terça-feira, 17 de setembro de 2019

EFA - STC - Exercício - Peninsula Ibérica e a Água - Sociedade, Tecnologia e Ciência


Cimeira Ibérica: Conclusões acentuam "densidade e qualidade" da relação entre Espanha e Portugal

Braga, 19 Jan (Lusa) - As conclusões da XXIII Cimeira Ibérica ressalvaram a"densidade e qualidade" da relação entre Espanha e Portugal, que decidiram ampliar e aprofundar os seus acordos de cooperação e estendê-los às áreas da segurança e defesa.
Na cimeira de dois dias, que terminou hoje, participaram o presidente do governo espanhol, José Luís Rodriguez Zapatero, o primeiro-ministro português, José Sócrates, e vários dos seus ministros.
O documento final da conferência, de 24 páginas, destacou a "importância estratégica" das suas relações e a "identidade dos pontos de vista" em questões bilaterais, europeias e internacionais.
Principais conclusões da cimeira no que diz respeito à água:

COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA:
- Apoiar a relação bilateral para fortalecer o desenvolvimento económico e social nas regiões limítrofes e potenciar um mercado ibérico em crescente integração.
- Congratularam-se pela evolução de quatro projectos emblemáticos no campo da Economia do Mar (entre a Região Norte de Portugal e a Galiza), Mobilidade, Inovação e Território (entre a Região Centro e Castela e Leão), Valorização Territorial na Albufeira do Alqueva (entre o Alentejo e a Estremadura) e o Projecto Integrado do Baixo Guadiana (entre Algarve e Andaluzia).
ÁGUA:
- Acção conjunta para estabelecer as bases de uma Estratégia Europeia sobre tratamento de seca, processos de escassez de água e concertação de estratégias para a inclusão destes fenómenos no Fundo de Solidariedade da UE para as catástrofes nacionais.
- Iniciar os trabalhos para garantir a navegabilidade dos rios Minho e Guadiana.
- Vontade de que a gestão das bacias hidrográficas seja levada a cabo com a máxima transparência e abertura à participação pública. Agendada reunião entre as partes para as primeiras semanas de Fevereiro.
- Impulsionar as acções que permitam subscrever um Acordo Internacional para constituir o espaço natural protegido do Tejo.

Sugestões de Exploração:
► Pesquisar artigos em jornais sobre a problemática do rio Guadiana e a importância da barragem do Alqueva como reserva estratégica de água, na região do país onde ela é mais escassa e, por isso mesmo, mais valiosa.

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

EFA - STC - NG3 - DR2 - Colectânea de Textos - Riscos e Comportamentos Saudáveis - Sociedade, Tecnologia e Ciência


EFA - STC - Texto - Eficiência Energética - Sociedade, Tecnologia e Ciência



47 Milhões de euros é quanto as famílias e empresas vão poupar na factura de electricidade com Programa ECO, de acordo com as contas da empresa eléctrica.
A eficiência energética vai passar a ser uma das grandes apostas da EDP. A empresa eléctrica prepara-se para investir sete milhões de euros através do Programa ECO. Segundo um comunicado emitido pela empresa, o conjunto de iniciativas previsto no plano de acção para este ano deverá gerar poupanças de 47 milhões de euros na factura de electricidade a pagar pelos clientes domésticos e industriais.
Em 2007, o Programa ECO evitou o desperdício de 407.706 MWh, o equivalente à electricidade consumida anualmente por 150 mil famílias, o que equivale a uma poupança de 43 de milhões de euros.
Além do benefício económico, as medidas previstas terão também impacto ambiental, isto é, o aumento da eficiência energética evitará a emissão de 182.222 mil toneladas de CO2 para a atmosfera, segundo a EDP. Trata-se de “um objectivo chave na estratégia do grupo que elegeu a sustentabilidade ambiental como base do crescimento, visível na aposta simultânea nas energias renováveis e na promoção da eficiência energética”.
A distribuição de 700 mil lâmpadas eficientes, 400 mil das quais em bairros sociais e históricos, é uma das medidas previstas. O plano contempla ainda a entrega de 100 mil multi-tomadas e a atribuição de subsídios de 40 euros na compra de arcas frigoríficas eficientes. A pensar na competitividade das empresas portuguesas, a EDP vai oferecer auditorias energéticas, distribuir lâmpadas economizadoras ao comércio e serviços e instalar variadores electrónicos de velocidade ou corrigir o Factor de Potência em empresas industriais.
A componente pedagógica do Programa ECO será assegurada com a realização de acções de formação em 1.200 escolas, havendo ainda prémios para incentivar alunos universitários a criar produtos que reduzam o consumo energético. A generalidade dos consumidores terá ainda a possibilidade de fazer o seu auto-diagnóstico energético no site eco.edp.pt ou ver quais os equipamentos mais eficientes no topten.pt. O Programa ECO é co-financiado pela Entidade Reguladora do Sector Energético – ERSE, através do Plano de Promoção de Eficiência Energética (PPEC).
Jornal Reconquista, 13-11-08

O que se entende por eficiência energética?

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

EFA - STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº6 - Mass Media - Sociedade, Tecnologia e Ciência


Download -  STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº6 - Mass Media

EFA - STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº4 - A Internet - Sociedade, Tecnologia e Ciência


Download STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº4 - A Internet

EFA - STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº5 - A Internet - Sociedade, Tecnologia e Ciência


DownloadSTC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº5 - A Internet

EFA - STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº1 - Mass Media - Sociedade, Tecnologia e Ciência


Download STC - NG5 - DR3 - Ficha de Trabalho nº1 - Mass Media